TECNOLOGIAS DE ACESSO: COMO FUNCIONAM OS ACESSO DE SEGURANÇA

O controle de acesso é formado a partir da união de três elementos, são eles: Software, equipamento e acionadores, podendo ou não ter o suporte humano constante, a depender da necessidade do cliente.

 

Conheça abaixo as tecnologias disponíveis e as principais situações de utilização.

 

  1. Controladora com acionamento via senha.

Como exemplo dessa tecnologia é possível citar as fechaduras digitais; seu uso é ideal para residências e portas específicas acessadas por poucas pessoas, onde não é preciso identificar o usuário ou gerar relatórios de circulação. Seu acesso será permitido para todos que souberem a senha.

 

  1. Controladora com acionamento via tag ou cartão magnético.

Essa alternativa já possui um perfil mais robusto, pode ser utilizada em condomínios e centros empresariais, pois atendem a uma grande quantidade de pessoas, exemplos desses equipamentos são as catracas e leitoras de proximidade. Quando o acionamento for via cartão magnético, é possível estabelecer níveis de acesso, onde o usuário adentra somente espaços específicos de acordo com sua necessidade; Tal tecnologia pode ser adicionada, por exemplo, ao crachá do funcionário ou a carteirinha do estudante, contando com informações como foto, nome e número de documento. Já se a opção for pela tag, ela pode ser encontrada separadamente ou em pulseiras (ideais para crianças que circulam pelo condomínio) e em adesivos veiculares. Quando em veículos, a tag é reconhecida por um acionador responsável por abrir e fechar o portão ou cancela, de acordo com a proximidade do veículo.

 

  1. Controladora com acionamento via biometria e reconhecimento facial.

Nas opções anteriores, todos com acesso a senha ou aos acionadores de proximidade podem adentrar o ambiente controlado, sem ser necessariamente o usuário desejado; Já com o reconhecimento biométrico ou facial, fraudes se tornam mais difíceis de serem praticadas.

Outra vantagem desse mecanismo é a imunidade a esquecimentos e perdas, uma vez que dispensa o uso de objetos acionadores ou senhas. Vale ressaltar ainda que o uso de máscara sanitária, corte de cabelo e ganho ou perda de peso, não interferem no reconhecimento facial.

 

O recurso humano em tais tecnologias se restringe ao cadastro dos usuários e verificação, pode ser feito por um profissional específico ou por outro que tenha funções relacionadas, como porteiro, chefe de segurança, analista de RH ou de TI.

 

Ao contrário do que possa parecer, essas soluções são bastante acessíveis financeiramente e não dependem de uma infraestrutura complexa, na maioria dos casos, a necessidade se basta com em média três equipamentos, sendo os softwares já inclusos nos mesmos.

 

Ficou interessado? Entre em contato conosco! Podemos encontrar a solução ideal para sua necessidade.

 

A Setel Tecnologia possui especialistas devidamente treinados que montam um projeto de acordo com a necessidade da sua empresa. Atuamos nas áreas de Telecom, Segurança, Controle de Acesso, Alarmes, Softwares, Energia Solar, Cabeamento Estruturado e Manutenção, tendo como foco os seguintes produtos: Centrais Telefônicas Intelbras, Centrais Telefônicas Panasonic, Instalação de Central Telefônica, Manutenção de Central Telefônica, Centrais de Portaria, CFTV, Câmeras de Segurança e Controle de Acesso.

Entre em contato hoje mesmo, solicite a visita de um consultor e entenda como somente uma empresa de tecnologia e reputação pode oferecer a garantia e a execução que você espera. Conte conosco!

RECONHECIMENTO VEICULAR: PRA QUE SERVE?
O QUE É A TECNOLOGIA IP?